terça-feira, 15 de abril de 2008

A menina dos papás...

Acredito que este meu relato é pura e simplesmente recheado de inocência e o facto de me sentir, ainda, menina dos papás...
Quando há exactamente seis anos descobri que estava grávida da Pimpa, soube-o quando meti um cigarro à boca, dei um bafo, e fiquei com vómitos... Foi dos dias mais engraçados da minha vida, porque e apesar de não me querer convencer para não ter nenhuma desilusão, soube-o logo ali naquele momento. No fim-de-semana que antecedeu a este dia, e quando fiz o teste da urina senti-me a Mulher mais feliz do mundo. Este foi o meu primeiro presente...
Tinha deixado de fumar, pois ficava sempre enjoada. ;)
Passados dois anos tive um stress no meu trabalho... Não é desculpa, eu sei, mas recomecei a fumar.
Quando há, mais ou menos, dois anos e picos, descobri que estava grávida (foi uma enorme surpresa), não descobri porque enjoei os cigarros, nada disso, descobri quando o Xico não veio... O meu segundo presente...
Doida como sou deixei imediatamente de fumar. (Sei que não se deve fazer, mas eu quando decido mesmo à séria ou faço ou não faço, e fi-lo pelo meu bebé!).
Até hoje, passados os tais dois anos e picos, não voltei a fumar.
E sabem? Sinto-me melhor do que nunca...
A inocência no meio desta história real, é que, e por incrível que pareça, apesar de já ter 33 anos nunca disse ao meu pai que fumava, nunca assumi, nem sequer me atrevi a fazê-lo ao pé deles. Vergonha? Respeito? Não sei. Eu digo que é Inocência porque não quero nunca que os meus Pais me vejam como uma Mulher que até já fuma! ahahahahhahahahahha
Chamo-lhe inocência, por não conseguir assumir um vício (que nunca passou disso mesmo), e o qual consegui (até à data) vencer!

13 comentários:

Eu... disse...

Grande mulher amiga, és mesmo!!! :-))

Um grande beijinho!

Cakuxa

Eu... disse...

ABRAÇÓDROMO

Você acabou de receber um abraço!!!
É isto mesmo, não há como se safar!!!

Você caiu no Abraçódromo!
Assim, você vai ter que abraçar todo mundo
que você conhece!!!

Abrace seus parentes, amigos, inimigos,
todo mundo!

O abraço é meu sinal favorito de afeição.
Ele pode significar tanto, e tantas coisas
ao mesmo tempo.

Pode significar um sinal de amor, de amizade,
de conforto ou tudo junto!
Uma pessoa que gosta muito de você
te enviou esta mensagem.

Agora, é a sua vez!
Neste momento, você está convidado a enviar
esta mensagem a todos os seus amigos.
Cakuxa

Cláudia, a mamã da Daniela e do Duarte disse...

primeiro... conheço muita gente que fez o mesmo!!! LOL
Os pais nunca souberam que elas fumavam!! Diziam que era por uma questão de respeito! LOL

segundo... fizeste muito bem em deixar de fumar... poupas na carteira e na saúde!!!

bjs

Margarida disse...

Boa, assim é que é!
Muito bem, tem que ser assim...eu de vez em quando tb fumo uns cigarros mas os meus pais tb n sabem, ahah!Um bocadinho por isso mesmo: nao quero que olhem para mim e digam: xii, até ja fuma:C

Além disso, com o canto, o cigarro teve mm que desaparecer...

Blog da Beatriz disse...

Engraçado, eu tb fazia isso. Até que um dia um primo meu me viu fumando e contou p/minha mãe, eu desmenti e parei de fumar. detalhe: eu já era até casada. Meu pai só foi descobrir que eu tinha tatuagem uns 5 anos depois de já ter feito (fiz a 1ª com 21 anos).

Muitos beijinhos (e abraços) para vc, para o Pimpo e para a Pimpa!

Claudia_peixinha disse...

Nós que estamos nos 30's tinhamos respeito pelo pais,avós e demais.
Não se fumava á frente deles ou se dizia palavrões.Comigo foi igual se bem que o meu subconsciente deixou de fumar meses antes de ficar grávida.
Mas nunca jamais em tempo algo o meu PAI soube que eu fumei mais de 15 anos da minha vida.

BJS.

kombi disse...

obrigada pelo abraço ;D

por aqui exprimentei fumar por volta dos 15 anos, eu e uma colega compramos um maço de tabaco ameias e dividmos o tabaco, eu dei a 1ª passa e não gostei, resultado andei a distribuir cigarros, e até hoje não fumo, a colega hoje amiga ainda fuma.

o marido qd namoravamos tb não fumava, foi para atropa e vei-o de lá com esse vício, hoje tem 31 anos e aconteçe-lhe o mesmo não fuma ao pé da mãe, e nunca lhe disse que fuma, ela sabe pq já o vi-o afumar num café.

já o meu irmão que tem 35 anos tb´faz o mesmo.

como vez não és a única a ter esse sentimento

beijocas

Sandra disse...

Obrigada pelas tuas mensagens de carinho.
Beijocas

Nostálgica disse...

Muitas de nós temos essa reacção.. Acho que é acima de tudo respeito.. Eu não fumo por viCIO. Só mesmo um cigarro, ou dois por dia.. mas mesmo assim eles não sabem claro..

um beijinho.

. disse...

Obrigada pelos miminhos, recebo-os com muita alegria. Perdoa-me não te ler com a frequência devida mas não consigo dar conta de tantos blogs. Não consigo ir a todos c frequência, mas vou indo. E adoro ter-te por lá. Parabéns por teres deixado de fumar. E um beijinho para as tuas crias

Sofia disse...

Mto obrigado pelo prémio!:)
Tal como tu, tb deixei de fumar..mas há menos tempo (cerca de 3 meses) e não pelos mesmos motivos que tu! É uma sensação
óptima não fumar!Não estarmos mais dependentes de algo, os pulmões mto mais limpos, a pele mais bonita..é só recompensas!;)

Maria José disse...

Que giro eu também deixei de fumar no dia que soube que estava grávida e até agora não voltei a fumar.
Somos umas grandes mulheres.

Ana & Vasquinho disse...

Parabéns!
Deixar de fumar (dizem) não é nada fácil.

Conheço algumas pessoas que hoje já têm 30 e tal anos e mesmo 40 e continuam a fumar sem ser à frente dos Pais.

Acho que é respeito...

Beijocas!