quinta-feira, 28 de fevereiro de 2008

Por favor, estamos aqui!!

Quando vou levar o Pimpo à minha mãe, chego a uma rua que a meio do passeio tem uma saída de uma garagem.
Então e não é que hoje de manhã, vinha eu com o Pimpo no carrinho, a descer essa mesma rua para o levar à minha mãe, quando reparei que a porta da garagem começou a abrir, no entanto já tinha descido, um bocadinho, com as rodas da frente do carrinho mas parei imediatamente.
Qual não é o meu espanto quando uma Sra. que vinha a sair da garagem sai com o seu carrinho, (deu-me a sensação que vem a sintonizar o rádio), e nem sequer se apercebe da nossa presença (se eu à cautela não tivesse parado…).
Ela só se apercebe que nós estamos ali quando olha para trás… vocês estão a perceber o que eu estou a contar, ela só se apercebe quando olha para trás. Eu fiquei e estou chocada.
É que esta rua que eu desço tem em frente uma escola primária. Então e se vai a passar uma criança, e que por acaso (como a maior parte das vezes o fazem), atravessa também distraído?
Ela deve ter ficado a pensar, devido à cara que eu fiz, que estava chateada por ela não me ter dado prioridade, mas não era o caso. Eu fiquei fula porque ela não se deu conta da nossa presença…
Por favor, estamos aqui!!

5 comentários:

Nostálgica disse...

E um descuido desses pode resultar em tanta coisa..
um bjnho.. E ainda bem que vis.t a tempo.

Eu... disse...

Realmente... grande susto que deves ter apanhado, acho que deviam de por alguma coisa a avisar, qualquer dia acontece uma desgraça!

Mas pronto, agora já ficas mais atenta e o susto já passou!

Ontem já tinha visto o poema do Fernando Pessoa que tens aqui no teu blog, desde há muito tempo que é a minha frase de eleição (se reparares tenho-a como referência no topo do meu blog), acho que se enquadra bem neste momento da vida que estamos a passar!
Um grande beijinho para ti e para o Pimpo e Pimpa
Cakuxa

erica disse...

por isso é que depois ha tts acidentes.... Conduzir é uma coisa que se deve fazer c 100% de atenção. E nos esquecemo nos disso com frequencia!!

Eu... disse...

Que grande confusão mesmo, eu percebi que o poema que te estavas a referir era o do Fernando Pessoa, eu ontem quando tive um tempinho, andei aqui pelo teu blog, para te conhecer mais um bocadinho e daí ter andado pelas mensagens mais antigas... :-)

Pronto, está esclarecido!

Um grande beijinho aos três!
Até amanhã! :-)
Cakuxa

Ana disse...

Sinceramente!!!
Há gente que não devia andar na estrada.
Mas como essa senhora, há tantos outros, infelizmente!

E automóveis estacionados em cima dos passeios, que nos obrigam a ir com o carrinho para a estrada????
Só apetece riscá-los todos!

Enfim... Deves ter apanhado um valente susto!

Beijinhos,
Ana e Vasquinho