quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Hoje estou como o tempo... Grey...

Ontem estava inspirada. ;)
Estiquei-me um bocado, desculpem.
Às vezes apetece-me divagar, divagar, divagar... é que assim, sempre vou falando e desabafando.
Sinto que é como se estivesse a ter conversas, sobre o passado e presente, com alguém directamente.
Estava habituada a ter alguém, presente fisicamente, que agora não quer estar comigo...
Para desabafar quero eu dizer...
Riamos sempre muito, às vezes até chorávamos juntas, mas agora a minha melhor amiga fechou-se numa concha e não me deixa entrar e eu estou farta de ser sempre eu a lembrá-la que existo, que estou aqui se ela precisar...
Nem no Natal, que costumamos sempre trocar uma prendinha simbólica, ela apareceu...
Trocámos mensagens sms, mas não é a mesma coisa...
Tenho saudades de alguém que, se calhar, não tem saudades de mim...

2 comentários:

cadinhat@iol.pt disse...

Pois é minha linda, a tua amiga não se nada a portar muito bem contigo. Pode ser que quando ela alcançar o objectivo dela tudo volte a ser como dantes. Podia era ser sincera contigo.
Beijocas grandes
Cláudia

Susana Pina disse...

Pois é amiguinha,
quando gostamos muito de alguém e esse alguém foje de nós, sem sabermos o porquê, o sentimento que nos assola é a desilusão.
O que sentes é a dor de perder alguém que está a sofrer e preferi o silêncio, a solidão. Muitas vezes é preciso respeitarmos o facto das pessoas muitas vezes precisam de se isolarem.
Um bj grande no teu coração.
Susana